terça-feira, 10 de maio de 2016

Teologia: IAENE e UNASP


[Minha queria amiga Angélica começou a namorar um rapaz que eu até então desconhecia. Ele, obviamente começou a sentar em nossa mesa e ao saber que ele veio de transferência do IAENE pedi que ele escrevesse sobre a experiência dele lá e fizesse um contraste com o UNASPec. Ele gentilmente aceitou, e é o texto que está a seguir.

Curioso é que na semana seguinte em que ele escreveu, a diretoria do SALT da Divisão Sul Americana veio para o UNASP para uma reunião com professores e alunos para debater propostas para o curso. Obviamente uma das questões centrais foi o tal chamado que está cada vez mais escasso e, obviamente o excesso de vagas de tantos seminários tanto no Brasil quando na América latina num momento em que há carência de vagas. Um dos pontos mencionados foi a relativa menor procura da associações por formandos do UNASP em relação aos demais seminários brasileiros. Por que?

É de conhecimento geral que existe um estigma que o UNASP forma teólogos e o IAENE forma pastores. Dizem que isso começou a se disseminar na década de 80 quando muitos dos estudantes usavam o IAENE como porta de entrada pro seminário (já que a concorrência era menor) e depois transferiam pro UNASP (então IAE) quando podiam. O fato é que essa ideia de que o IAENE é mais voltado para formar pastores perdura até hoje como naturalmente transpareceu no texto que meu amigo gentilmente escreveu. Convido vocês a lerem esse texto bem elaborado pelo meu amigo Uriel.
Alex]







Por Uriel Dos Santos

Muitos acham que por se tratar de um curso que é administrado pela IASD a teologia é igual em todos os campos. Porem não é assim. A começar pelas localizações geográficas que são bem distantes uma da outra e também não vivem realidades parecidas vemos que certas matérias são especificas pra cada região e suas pessoas.

História:



Iaene:
O Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia (SALT) foi inicialmente denominado Seminário de Teologia do Nordeste. Suas atividades se iniciaram no ano de 1957, dentro do Educandário Nordestino Adventista (ENA), inaugurado em 21 de abril de 1943, na cidade de Belém de Maria, na região da mata do Estado de Pernambuco, sob a liderança do Professor Artur Leitzke. Em sua estrutura de funcionamento inicial, o Seminário de Teologia do Nordeste oferecia apenas dois anos de curso no ENA, e depois, os alunos se deslocavam para São Paulo, onde concluíam o curso após estudarem mais dois anos.
Com a chegada, em 1960, do Prof. Dean Davis, mestre em teologia bíblica e professor de línguas bíblicas, o Seminário de Teologia do Nordeste deu início ao seu curso completo de quatro anos no ENA. Nesse formato, a primeira turma de concluintes graduou-se em 1963.
Pelo voto da Mesa Administrativa nº 79/235 de 24 de junho de 1979 a Igreja Adventista do Sétimo Dia, devido ao crescimento da educação teológica, criou a Reitoria do Seminário da América do Sul, com sede em Brasília. O Seminário de Teologia do Nordeste foi aceito como membro dessa nova estrutura organizacional, passando a ser conhecido como SALT/ENA. No ano de 1987, devido às circunstâncias insalubres da região de Belém de Maria, município Pernambucano, o Seminário foi transferido para a vila de Capoeiruçu, município de Cachoeira, Estado da Bahia, na região do Recôncavo. A instituição que abrigou o seminário foi o Instituto Adventista de Ensino do Nordeste (IAENE), fundado em 14 de outubro de 1979. Por isso o seminário passou a ser conhecido como SALT/IAENE.
As aulas do SALT/IAENE foram iniciadas no mês de março de 1987. O Seminário oferecia cursos livres de Bacharel em Teologia (4 anos), Bacharel em Religião (4 anos), Docência em Educação Religiosa (2 anos) e Instrução Bíblica (2 anos). Alocado finalmente na Bahia, o SALT cresceu extraordinariamente ano após ano.
http://seminarioadventista.org/historia/

Unasp:
A formação ministerial adventista no território nacional começou no fim do século 19 com a implantação de uma escola preparatória de missionários na região de Gaspar Alto, em Brusque (SC), passou pela Escola Missionária de Taquari (RS) entre 1903 e 1909, e culminou com a abertura do Seminário Adventista, em 1915, no Capão Redondo, Santo Amaro (SP). O historiador Elder Hosokawa acrescenta ainda a contribuição dos cursos de colportagem ministrados pelo pastor Lipke em Santo André (SP) entre 1909 e 1914. Desse modo, passo a passo, ainda que de maneira lenta, a demanda por obreiros começou a ser suprida no território nacional.
Apesar dos avanços, surgiram também dilemas. Nos anos 1990, por exemplo, o local que antes se constituía um ambiente ideal para o estabelecimento de um seminário já não tinha mais as mesmas características. Com o passar dos anos, o bairro do Capão Redondo se urbanizou, deixando de ser o lugar pacato do início dos anos 1910.
Esses fatores alimentaram a ideia de criar um novo colégio no interior, cujo ambiente se aproximasse mais das recomendações expressas por Ellen G. White, pioneira da Igreja Adventista. O fato de o governo ter desapropriado parte das terras do então Instituto Adventista de Ensino (IAE), em São Paulo, e, mais tarde, o milagre da indenização dessas terras, foram considerados um sinal divino impulsionando a mudança, como lembrou Reis.
A falta de um prédio com salas de aula também foi outro fator que dificultou a mudança imediata. De acordo com registros do Centro da Memória Adventista, como solução paliativa, o atual Centro de Comunicação, que começou a ser construído em 1989, foi improvisado para comportar a biblioteca, duas salas de aula e outros espaços em que os professores podiam atender os alunos. Tudo isso ocorreu ao mesmo tempo em que era realizada a construção do edifício, que só foi inaugurado em 1992.

http://www.revistaadventista.com.br/blog/2015/12/08/ha-um-seculo-formando-pastores/


Diferenças:
Nome:
Iaene – Salt (Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia)
Unasp – Fat (Faculdade Adventista de Teologia)
Iaene: Prédio separado – No Iaene o prédio do curso de teologia é separado dos demais cursos, o que causa um pouco de segregação dos demais cursos e gera um abismo e uma barreia com as pessoas. Dificultando nas amizades e em possíveis contatos missionários.

Prédio Teologia IAENE

Prédio universitário UNASP

Unasp: Prédio junto – No Unasp o curso de teologia fica no mesmo prédio que os demais cursos o que é bom, pois isso gera amizade e entrosamento com as pessoas de outras áreas facilitando a intimidade entre pessoas que pode gerar um contato missionário.


Turmas formadas até o tempo presente
Iaene: formou 56 turmas até o tempo presente.
Unasp: formou 100 turmas até o tempo presente.

Missão Iaenensse: é um modelo de missão protótipo com os alunos do 4° ano. Dentre eles são escolhidos representantes para ocupar cada posição de um dos departamentos que existe em uma associação/missão.



Concilio Iaenensse: Todos os semestres ocorre um concilio com os teologanos de todos os anos, onde há palestras direcionadas para a área espiritual, formação pastoral e familiar. O evento que começa sexta-feira a noite vai até sábado de tarde e toda a programação do culto de sábado de manhã é feita lá. A presença das esposas, filhos, noivas e namoradas é mais do que bem vinda e recomendável. É durante esse evento que eles entregam para o estudante uma agenda similar a que os pastores recebem todos os anos contendo toda a programação para aquele ano. As palestras são feitas por um casal pastoral. É uma benção o aprendizado e a experiência compartilhada ali.



Campal Iaenensse: Todos os anos os estudantes de teologia promovem juntamente com o curso uma mega campal. Os estudantes são resposáveis por organizar o evento. Desde o primeiro ano até o quarto todos se envolvem.


Gate: Grupo de Apoio ao Teologano: É um grupo destinado a recolher alimentos e dinheiro para ajudar os teologanos com menos condições de se manter. Todas as capelas eles passam uma salva para recolher ofertas para ajudar os menos afortunados.



Aula a tarde: no Iaene existem duas turmas assim como no Unasp, porem com o diferencial de que existe uma turma de manhã e outra pela tarde. O que é muito bom, prático e conveniente em vários aspectos e sentidos. (Ex Básico: você pegou dp em uma matéria e não tem como encaixar ela na sua grade de horário por conta das outras matérias que já faz de manhã ou a tarde. Você pode fazer no turno oposto ao seu. Veio de transferência e precisa fazer adaptações e na grade não cabe todas as matérias de manhã ou a tarde. Faz  no turno oposto. Etc, etc, etc....)

Iniciação Cientifica/Grupo de Pesquisa: Ambos possuem.

Prática Pastoral:

Iaene:
1° Ano – O estudante tem a oportunidade de se envolver com o diaconato. É prática do próprio curso que ele passe o primeiro ano como diácono da igreja do Iaene em um esquema de escala, A prática consisti em um culto (louvor, meditação, recapitulação da lição e orientações gerais) que ocorre as 7 hs no sábado pela manhã com todos os teologanos primeiroanistas e depois quem está na escala de diaconato deve se apresentar na igreja. Ali ele tem a oportunidade de recolher a oferta e auxiliar as pessoas a encontrem lugar para se sentar na igreja. Depois do culto no horário da escola sabatina o teologano ajuda em uma classe de escola sabatina onde ele já havia sido designado para dar suporte ao professor e auxiliar como ele precisar. No segundo semestre todos os estudantes que ainda não haviam sido ordenados diáconos antes de ir para o colégio, são ordenados e servem a santa ceia que ocorre no fim da semana de oração.O aluno também é incentivado para participar de pequenos grupos.
2° Ano – A prática é externa. O teologano é designado para uma igreja onde todo o sábado de manhã ele vai (o Salt providencia transporte) para lá e ajuda no que precisar, passa lição, prega, ajuda a recolher ofertas, ajuda no som, equipe de louvor. Ele almoça na casa de algum irmão (alma caridosa) e de tarde faz visitas, da estudos bíblicos e participa de comissões. Voltando para o colégio perto do pôr do sol.
3° Ano – 1° semestre a prática é igual a do segundo ano. 2° semestre evangelismo de 3 meses.
4° Ano – Ancionato Igreja/Pastor auxiliar.
Semana Santa – TODOS os teologanos sem exceção fazem semana santa! Desde o primeiro ano até o quarto.
Unasp:
1° Ano – Não existe uma prática no primeiro ano.
2° Ano – Pequenos Grupos.
3° Ano – Semana Santa no 1° semestre e no 2° semestre evangelismo de 3 meses.
4° Ano – Ancionato Igreja/Pastor auxiliar.
Obs: Existem controvérsias e queixas de que ambas as práticas não serem ideais. 

Foco:
Iaene: Mais missional.
Unasp: Mais acadêmico.

Extra Curso:
Iaene: incentivo a participar e se investir como líder no clube de jovens (JA), Desbravadores e Aventureiros.
Unasp: não há um incentivo, influencia nem “apoio” para que o teologando participe e se invista como líder nesses clubes.

Parte Espiritual:
Ambos os colégios procuram desenvolver ao máximo a parte espiritual em todas as programações e momentos possíveis.

Internato:
A infraestrutura do Unasp é melhor que a do Iaene. Principalmente em relação a quartos, banheiros, etc.
Comida – ambos estão em um nível similar. Mas o Unasp nesse quesito fica afrente.
O Iaene possui muito mais eventos sociais que o Unasp (festas, brincadeiras, jogos, etc.)
Mensalidade: Não tem uma diferença muito grande dos valores. São elas por elas.
Processo seletivo:

Iaene: tem apenas uma fase com 50 questoes e entrevista com um pastor.

Unasp: são duas fases, a primeira é um vestibular normal com 50 questoes. E na segunda fase tem a prova do Nisto Cremos e entrevista com um pastor/professor.

Grade Curricular:


Unasp: Matriz Curricular de 2013

1° Etapa
Cultura Geral: Tópicos Inter 1; Formação Espiritual; Hebraico 1; História do Adventismo 1; Introdução Geral a Bíblia; Língua Inglesa; Língua Portuguesa 1; Metodologia da Pesquisa.

2° Etapa
Cultura Geral: Tópicos Inter 2; Doutrina de Deus; Hebraico 2; História do Adventismo 2; Língua Portuguesa 2; Pentateuco; Teologia e Filosofia; Teologia e Princípios de Saúde.

3° Etapa
Cristologia; Cultura Geral: Tópicos Inter 3; Evangelização 1; Grego 1; História do Cristianismo 1; Hermenêutica; Livros Históricos; Música Sacra.

4° Etapa
Cultura Geral: Tópicos Inter 4; Evangelização 2; Grego 2; História do Cristianismo 2; Homilética; Introdução ao Novo Testamento; Livros Poéticos; Pneumatologia.

5° Etapa
Cultura Geral: Tópicos Inter 5; Doutrina do Sábado; Doutrina do Santuário; Ética Cristã; Evangelhos; Liturgia e Adoração; Livros Proféticos; Optativa 1.

6° Etapa
Arqueologia Bíblica; Panorama Religioso Brasileiro; Sociologia da Religião; Teologia da Educação Cristã.

7° Etapa
Atos e Epístolas; Ciência e Religião; Crescimento de Igreja; Cultura Geral: Tópicos Inter 6;
Daniel; Família e Sociedade; Orientação de Estágio: Liderança Eclesiástica; Soteriologia; TCC 1.

8° Etapa
Apocalipse; Cultura Geral: Tópicos Inter 7; Epistolas Gerais; Escatologia; Exegese Novo Testamento (João) Optativa 2; Orientação de Estágio: Administração Eclesiástica; Psicologia e Aconselhamento; TCC 2.




Campeonato de futebol:
Ambos os colégios possuem um campeonato de futebol que envolve apenas o curso de teologia.
Iaene: Copa Salt
Unasp: Copa Dask



Dentre tantas diferenças mostradas aqui acima é por isso que dizem que o Iaene forma pastores e o Unasp teólogos. Mas essa é só uma provocação. Independente da onde você estude o que vai fazer a diferença é você.

E ai vai encarar teologia? Pra qual colégio vai? Deixe Deus te guiar!
E se você já faz fica ai a curiosidade de saber melhor como é cada lugar.

Aqui quem vos escreve é alguém que viveu ambas as realidades e partilha daquilo que viu, conviveu e apreendeu e tem experiência dos dois colégios.