sexta-feira, 24 de abril de 2015

Teolowife


Por Andressa Onofre
Desde criança observo as esposas de pastores e namoradas de teologandos com a certeza de que não gostaria de ser uma delas. Sempre achei que para exercer essa função era necessário ter o “dom” e, no caso, eu não possuía esse “dom”. Como toda garota adventista ouvi várias vezes de algumas pessoas a seguinte pergunta: “Você não gostaria de namorar um pastor ou futuro pastor?” A resposta imediata era um tremendo “NÃO”!


Sempre orei pedindo sabedoria para escolher a pessoa certa para me relacionar e, no momento certo, Deus abriu as portas e fez com que eu enxergasse um bom amigo com outros olhos. Começamos a namorar e, hoje, oito meses depois, tenho certeza de que Deus não poderia ter me enviado outro namorado e que não fosse teologando.

Namorar um teologando é assumir algumas responsabilidades que outras profissões não exigem. Namorar um teologando é abrir mão de passar finais de semanas juntos para que ele se dedique aos estágios ou eventos. Namorar um teologando é ser vitrine para muitas pessoas falarem bem ou mal. Namorar um teologando é viver a incerteza de um chamado. Namorar um teologando é não saber nada sobre o que o futuro reserva.

Pode parecer ruim falando assim, mas existe o outro lado...



Namorar um teologando é ter certeza que dentre muitas mulheres no mundo Deus escolheu você para acompanhar um escolhido dEle. Namorar um teologando é poder fazer parte da obra de Deus diretamente. Namorar um teologando é um ministério, não como o do pastor, mas tão importante quanto. Namorar um teologando é viver cada dia de uma vez orando e acreditando que o futuro está nas mãos de Deus e ter a total certeza de que Ele irá cuidar de cada detalhe.

Não tenho muitas certezas quanto ao futuro, não sei como irei exercer minha profissão, não sei onde irei morar e não sei se serei a melhor esposa de pastor; mas sei que a sensação de deitar a cabeça no travesseiro e saber que Deus está cuidando de tudo é melhor do que qualquer coisa nesse mundo. E tudo o que digo a Deus é: “Eis-me aqui, envia-me a mim”.

Andressa é a feliz namorada do Lucas Davis