sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Melhores investimentos pra 2015

Por Felipe Benfenatti


É comum no início de um ano traçarmos metas para o ano que se inicia. Por falta de planejamento muitas destas metas não são cumpridas. Ao traçar esses objetivos neste final de ano, convido você a dar uma atenção especial a três áreas de sua vida que realmente são essenciais e que devidamente planejadas trarão os melhores rendimentos de todas as aplicações.


Saúde

Você deve cuidar da saúde, na maioria das vezes, não para curar doenças mas para prevenir-se delas. Do que adianta ganhar muito dinheiro, ter o melhor emprego do mundo, a melhor casa, a melhor família, amigos, influência, se não puder aproveitar tudo isso por falta de saúde? Por isso, ao
iniciar o ano invista em você. Se aproprie dos oito remédios que Deus deixou pra nós, e o melhor, de graça. Boa alimentação, exercício físico, água pura, luz solar, temperança, ar puro, repouso e confiança em Deus. 

Tempo

É comum ouvirmos a expressão “como o tempo passou rápido”! Na verdade o tempo passa igual pra todo mundo. O que determina se o tempo vai passar rapidamente ou devagar pra você é a maneira que você o utiliza. O conselho é que você coloque prioridades na sua vida e gaste maior tempo naquilo que é mais importante e menos tempo naquilo que não é. Hoje no nosso mundo tão “avançado”, há tanta distração que facilmente gastamos horas em coisas que não nos acrescenta nada. Faça uma lista das suas prioridades e invista seu tempo naquilo que realmente fará diferença no futuro.

Dinheiro

O dinheiro não é essencial, mas é fundamental. É verdade que existem coisas na vida que você não compra com o dinheiro, mas é verdade também que você precisará dele pra suprir outras tantas necessidades. Por isso se planeje para conseguir fazer com que seu dinheiro dê para pagar seus gastos, sobrar um pouco para garantir um futuro melhor e para ajudar os que necessitam

Observação para teologandos

Aproveite os quatro anos que estiver na faculdade para se aperfeiçoar no que realmente importa. Não se forme somente academicamente mas coloque em prática também os conhecimentos obtidos. Não se prenda nos seus conceitos pré-formados, se recicle, olhe além, saia da zona de conforto. Esteja pronto para novas idéias. É a partir de uma mente aberta que ousamos dar o passo certo.