quarta-feira, 4 de junho de 2014

Pós Graduação em Teologia no UNASP - Entrevista com Pr Roberto Pereyra

Por Vinícius Aguiar
Pr Roberto Pereyra


De competência admirável e um grande carisma, Pastor Roberto Pereyra. Seu currículo é composto por sua graduação em Teologia pela Universidad Adventista del Plata (Argentina) e mestrado em Teologia no Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia (Argentina), e Ph.D. (doutor em Filosofia) em Religião (Novo Testamento) pela Andrews University, (Estados Unidos), diploma que foi reconhecido pela Escola Superior de Teologia, de São Leopoldo (Rio Grande do Sul) em 2009.

Além de todo o conteúdo acadêmico, o Pr. Roberto Pereyra também acumulou, ao longo de sua jornada pastoral, diversos cargos importantes. Desempenhou funções como pastor, evangelista e professor no nível de graduação e pós-graduação em Teologia na Universidad Adventista del Plata (Argentina, 1980-2003), Universidad Adventista de Bolívia (2003-2005) e Universidad Peruana Unión (2006-2007). Na administração acadêmica foi coordenador de pesquisa, coordenador de curso, vice-reitor
acadêmico e reitor. Atualmente dirige a Pós-Graduação do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia, com sua sede aqui no Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Engenheiro Coelho. Portanto não haveria pessoa mais capacitada para responder as dúvidas que nós temos sobre a importância da pós-graduação na vida de um teólogo e pastor adventista.

Nós: Pr. Roberto, por que o aluno de Teologia deve fazer uma pós-graduação? 


Pastor: Excelente pergunta! A igreja tem planos de que os alunos que cursam a graduação tenham a possibilidade de continuar seus estudos. Mas quando? Normalmente, o aluno que se forma no sua ordenação, se passam de quatro a seis anos e ele, depois da ordenação, teria a chance de ingressar em um programa ministrado pelo SALT, porém terá que entrar em uma lista de espera, que pode durar até oito anos, para poder cursar em um programa de extensão durante três a quatro anos, sendo um mês por ano. Tendo assim se passado em torno de vinte anos após a sua graduação. Não só pela diferença de tempo, mas também a pós-graduação imediatamente após a graduação abre portas para recursos de pesquisas únicos e também a possibilidade de fazer um doutorado em diversas outras faculdades, como por exemplo, a Andrews University.

Nós: Quais são os programas de mestrado disponíveis aqui em nossa faculdade hoje? 

Pastor: Nós estamos oferecendo o programa tradicional do SALT, há mais de 30 anos, o mestrado na área pastoral que aponta para o trabalho do pastor distrital, com ênfase na teologia aplicada. Desde 2010, estamos oferecendo o mestrado em residência, que é conhecido como o quinto ano, nas áreas de estudos teológicos, teologia bíblica e teologia pastoral. Para que futuramente o aluno formado em uma dessas três áreas tenha a possibilidade de trabalhar em um programa doutoral respectivo a seu mestrado, formando assim especialistas. Nesse momento nós também estamos trabalhando com toda a documentação pronta para solicitar o reconhecimento do MEC em função do stricto sensu, mestrado em teologia, onde se integram duas das três áreas mencionadas (estudos teológicos e teologia bíblica). Se isso for aprovado no percurso do ano de 2014, se prevê que a partir do ano de 2015 iniciaremos a ministração desse novo programa oficial com reconhecimento pelo MEC.

Nós: Pastor, quais são as implicações e benefícios para um pastor que procura fazer a sua pós-graduação ou mestrado em uma faculdade que não seja adventista?

Professor: Devemos entender que há sim benefícios, mas também há prejuízos. O comprometimento da identidade pastoral e denominacional é algo que devemos preservar com bastante cuidado. Nem todos estão preparados para ir a uma instituição com princípios e crenças diferentes da igreja para estudar um campo que é bastante sensível como é a teologia, partindo de outros pressupostos e outras metodologias de trabalho. Mesmo assim a igreja promove a inserção de nossos pastores em instituições fora da igreja,
só que para isso ser possível necessita-se levar “o grupo sanguíneo da igreja”. Nós temos que testemunhar lá também, mas não podemos permitir sermos influenciados de tal forma que isso impacte negativamente em nossa identidade.

Nós: Pastor, por último, gostaríamos de pedir que você deixasse uma mensagem de incentivo aos alunos de teologia a cursar a pós-graduação. 
Pastor: A igreja está promovendo o programa de pós-graduação, inclusive, imediatamente após a graduação. Infelizmente nem todos tem a condição de fazer isso, mas para aquele que puder, a recomendação é única: faça a pós-graduação! Você terá uma preparação complementar àquela que você recebeu na graduação. Recomendo, portanto, que os alunos considerem as possibilidades que a igreja oferece em função da pós-graduação. Que Deus lhes abençoe, a cada um dos leitores do Seminarista, no planejamento a curto, médio e longo prazo em uma preparação mais desafiadora para maiores responsabilidades e desafios no ministério.